Altas aspirações

Uma das intenções de muitas pessoas para este ano novo diz respeito ao cuidado com o corpo físico, com promessas de criarem novos hábitos alimentares, retomarem a prática de exercícios físicos, eliminarem alguns quilinhos em busca de uma vida mais saudável e imitarem a forma física de alguém que admiram. É positiva a busca de uma “forma” corporal melhor, pois é dever cristão glorificar a Deus em seu corpo.

Mas e quanto à vida espiritual? Você tem estabelecido aspirações transformadoras mais profundas para sua vida? Na carta aos Efésios, o apóstolo Paulo nos dá uma grande aspiração: “Sede, pois, imitadores de Deus, como filhos amados e andai em amor, como também Cristo nos amor e se entregou a si mesmo por nós, como oferta e sacrifício a Deus, em aroma suave” (Ef 5.1-2).

Sermos “imitadores de Deus […] e andar em amor, como Jesus”, são altas aspirações, não é mesmo? Ao crermos em Cristo somos adotados por Deus como “filhos amados”. Diz um adágio popular: “tal pai, tal filho”, ressaltando a identificação natural tão forte presente no comportamento de filhos em relação aos pais. Como filhos de Deus, devemos ter também esta identificação e o elevado desejo de sermos mais semelhantes a ele e andarmos como Jesus.

O apóstolo João nos chama fortemente a imitarmos a Cristo, ressaltando ser esta uma forma cristalina de revelarmos que pertencemos a Ele. “Aquele que diz que permanece nele, esse deve também andar assim como Ele andou”. Nossa vida deve imitar o modo como Jesus andou enquanto viveu na terra.
Que dizem os Evangelhos sobre a maneira como Jesus andou?

Tomemos como ponto de partida inegociável a sua “obediência”. Jesus fez sempre a vontade do Pai. Ele foi obediente em todo tempo e em tudo. Se lançarmos esta âncora para nossa forma de vida, estaremos atentos em observar e guardar os ensinamentos da Bíblia e com naturalidade começaremos a nos comportar, falar e reagir à maneira do nosso Senhor Jesus. Assim a humildade, o amor abnegado, a gentileza, a misericórdia, o espírito perdoador, o desejo de fazer o bem, ajudar e ensinar, a pureza de coração, a prontidão em servir aos outros e muitas outras virtudes de Jesus nos acompanharão. Altas e lindas aspirações. Vamos atrás delas?

Pr. Gilberto.

Categorias: PastoraisTags: , , , ,