A doutrina da salvação: Criação e queda

A doutrina da salvação: Criação e queda

129 alunos cursando esta matéria

Criação e Queda
Clique em entrar para acessar suas matérias
Plano da matéria
Conheça o plano da matéria (em PDF, 34 KB).

Certificação
Se informe sobre os tipos de certificados disponíveis para os alunos desta matéria.

Para quem são estes estudos

Estes estudos beneficiarão aos cristãos de todas as denominações evangélicas. Propomos disseminar a verdade que produz vida.

Tema da matéria

Jesus pregou uma mensagem simples e direta: “Chegou a hora, e o reino de Deus está perto. Arrependam-se dos seus pecados e creiam no evangelho” (Mc 1.15 — NTLH).

Mas, afinal de contas, o que é o evangelho? Nos dias atuais ouvimos discursos religiosos muito diferentes do ensino da Bíblia. Para sermos verdadeiros seguidores de Cristo, temos de saber quem é ele, o que ele faz e como usufruir de sua comunhão.

Esta matéria informa sobre o primeiro ponto da doutrina bíblica da salvação, sob uma ótica calvinista-reformada (total depravação). Apresenta e explica o acróstico TULIP. Apresenta e explica os pactos da criação e redenção. Apresenta e explica a queda do homem. Analisa os estados do homem, antes e depois da queda. Fornece um alicerce bíblico exato e sólido para o entendimento da pessoa e obra do Senhor Jesus Cristo.

Matricule-se
Complete seu cadastro de matrícula para acessar as aulas desta matéria.
Aulas presenciais
Não haverá aulas presenciais em 2018. O Certificado Pleno é concedido apenas a alunos da modalidade presencial que atendam aos critérios de certificação.

Um resumo e explicação da doutrina da salvação

Estes estudos são baseados em uma formulação doutrinária produzida no século 17, na cidade de Dort ou Dordrecht (Holanda). Cristãos escreveram um documento sobre o evangelho — um material fiel à Bíblia e, ao mesmo tempo, compreensível, fácil de memorizar e explicar. O evangelho foi resumido em cinco declarações:

  1. Deus criou tudo perfeito, mas o homem voluntariamente decaiu de seu estado original — total depravação.
  2. Dentre a massa de pecadores e por graça pura, Deus escolheu alguns para serem salvos — uma escolha incondicional.
  3. Cristo morreu pelos eleitos — limitada expiação (ou expiação definida).
  4. Os eleitos são chamados pelo Espírito Santo, por meio do evangelho — irresistível chamado.
  5. Os eleitos são santificados, preservados e glorificados — perseverança dos santos.

Para fixar o ensino utilizou-se a tulipa, uma flor muito apreciada pelos holandeses. O acróstico TULIP (tulipa, em inglês) sintetiza as principais declarações da doutrina:

TULIP

Módulos