Desafio aos “Arquipos”

“Também dizei a Arquipo: Atenta para o ministério que recebeste no Senhor, para o cumprires” (Colossenses 4.17). Arquipo, companheiro de Paulo, tinha de finalizar seu trabalho. Nós devemos completar aquilo que começamos a fazer para Deus. Como afirmou Vince Lombardi, treinador de um time de futebol americano, “uma vez que você aprendeu a desistir, isso se torna um hábito”. Os cristãos puritanos repetiam: “Vencit quit patitur, o que padece, conquista”.

Às vezes é mais fácil desistir, “abandonar o barco”, por imaturidade, orgulho ferido ou, quem sabe, por razões muito sólidas, legítimas e defensáveis. Podemos estar desgastados e moídos. Não apenas a paciência, mas a esperança e as energias somem e nós nos sentimos sozinhos. Nós não conhecemos o problema específico de Arquipo, mas o fato é que ele não estava “aguentando o tranco” e se sentia tentado a deixar para trás o que começara.

Apliquemos isso à nossa vida pessoal (devoção, trabalho, etc.). As lutas são grandes? Não desanimemos. Atentemos para o ministério que recebemos do Senhor. E sejamos animados com Jesus Cristo, exemplo de perseverança, “Autor e Consumador da fé” (Hebreus 12.2).

Pr. Misael. Publicado no Boletim 301 | 04 de outubro de 2015.

Categorias: PastoraisTags: ,

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *