Empecilhos removidos

Como nosso Senhor nos ensina, a nossa segurança quanto à vida eterna é que todos os empecilhos e obstáculos para o recebimento desse dom foram removidos pela bendita obra do próprio Senhor. “Eu te glorifiquei na terra, consumando a obra que me confiaste para fazer”.

Muitas coisas tinham de ser feitas antes que eu pudesse receber o dom da vida eterna. Como homem natural, eu indagava como isso seria possível. Na verdade, vida eterna significa que somos participantes da vida de Deus e estamos em comunhão com ele. Não é óbvio, portanto, que muitas coisas têm de acontecer antes de entrarmos nessa condição? No entanto, tudo isso já foi feito. Nada foi deixado para alguém realizar.

Cristo já tratou do problema de minha culpa, removendo-a completamente. Ele me reconciliou com Deus; a lei de Deus foi satisfeita. “Quem intentará acusação contra os eleitos de Deus? É Deus quem os justifica” (Rm 8.33). Ele mesmo o fez, pois “é Cristo Jesus quem morreu ou, antes, quem ressuscitou, o qual está à direita de Deus e também intercede por nós” (v. 34).

Povo cristão, essa é a posição que temos de ocupar. Vejamos uma citação de um hino de Augustus Toplady:

Os terrores da lei e de Deus

nada podem fazer contra mim.

Pela obediência e sangue de meu Salvador,

toda minha transgressão é escondida de vista.

Isso não é jactância, pois não estou dependendo de mim mesmo, e sim de Jesus: “Pela obediência e sangue de meu Salvador / toda minha transgressão é escondida de vista”.

Martyn Lloyd Jones, Caminhar com Deus.

Categorias: Pastorais