Obedecer

Em 538 a.C. Ciro conquistou a Babilônia, e um dos seus primeiros atos foi permitir que todos os povos cativos regressassem aos seus países de origem. Assim se cumpriu a profecia, a qual Deus falou através do profeta Jeremias 25.11-12. Por mais de 70 anos o povo judeu ficou cativo.

Os desobedientes sempre têm uma desculpa para justificarem suas falhas. A desobediência é uma reação contrária à vontade de Deus. Sempre que desobedecermos, sofreremos as consequências. No Antigo e Novo Testamentos, Deus nos recomenda a obedecermos. Em Efésios existem algumas recomendações neste aspecto: “Mulheres, sejam submissas ao seu próprio marido” (Efésios 5.22 e 1 Pedro 3.1). Recomendações de obediência para os que servem e também para os senhores (Efésios 6.5-9). “Filhos obedecei a vossos pais no Senhor” (Efésios 6.1, Êxodo 20.12 e Deuteronômio 5.16).

Quantas recomendações para os filhos no Velho e Novo Testamentos!

O versículo em destaque (“Seja ela boa ou seja má, obedecemos a voz do Senhor, nosso Deus, a quem te enviamos, para que nos suceda bem ao obedecermos a voz do Senhor, nosso Deus” Jeremias 42.6) fala em obedecer ao Senhor quer seja favorável ou não. O que Deus quer que façamos é sempre bom. Um filho nem sempre se agrada das recomendações de uma pai, mas o pai aconselha para conduzi-lo no melhor caminho. Assim é Deus conosco, nos ama e age como Pai. Como filhos, desobedecemos e nos assemelhando ao povo judeu (Jeremias 42.19-22).

Boa parte dos seres humanos esforçam-se para serem melhores funcionários e alcançarem a promoção. Estudantes empenham-se no aprendizado, com intuito de boas notas para serem bons profissionais. Devemos, como filhos e filhas, nos empenharmos para sermos obedientes, honrando Deus como Pai.

Missionária Rosa. Publicado no Boletim 133, de 15/07/2012.

Categorias: PastoraisTags: ,

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *