Religião que desencaminha

Uma boa religião não é necessariamente o evangelho. Paulo entendeu que os cristãos gálatas estavam se afastando da pureza do evangelho, enquanto abraçavam uma religião falsa. Por isso ele escreveu:

Admira-me que estejais passando tão depressa daquele que vos chamou na graça de Cristo para outro evangelho, o qual não é outro, senão que há alguns que vos perturbam e querem perverter o evangelho de Cristo. Mas, ainda que nós ou mesmo um anjo vindo do céu vos pregue evangelho que vá além do que vos temos pregado, seja anátema. Assim, como já dissemos, e agora repito, se alguém vos prega evangelho que vá além daquele que recebestes, seja anátema (Gálatas 1.6-9).

O falso evangelho desencaminha. Os gálatas estavam sendo levados para longe do caminho da salvação. Eles haviam sido chamados “na graça de Cristo”, mas eles abandonavam a mensagem original, dando ouvidos a “alguns” que “perturbavam” por “perverter o evangelho”.

O falso evangelho confunde pela adição. Os “perturbadores” pareciam zelosos pela santidade e respeito às tradições. Ao dar ouvidos a eles, os gálatas assumiam uma “boa religião”, pois eles se referiam à pessoa e obra de Cristo. O problema era que eles diziam algo que “ia além” do evangelho. É assim que o falso evangelho nos confunde. Ao falar sobre Jesus ele ganha nossa simpatia e nós abaixamos nossas defesas intelectuais e afetivas. Então, somos informados de que, para sermos crentes “nota dez”, carecemos de “algo mais”, além de Cristo. Toda religião que adiciona coisas ao evangelho da “graça de Cristo” conduz à perdição.

Por fim, o falso evangelho procede de uma fonte maldita. Quem pregar “evangelho que vá além” do evangelho apostólico deve ser “anátema”. Mesmo se for um apóstolo ou um anjo. O mensageiro infiel é rejeitado por Deus ou separado para a perdição ou destruição. Esse é o sentido da palavra “anátema”. Toda mensageiro – por melhor que pareça – que adiciona coisas ao evangelho da “graça de Cristo” é falso mensageiro, rejeitado por Deus e destinado à perdição.

Que conheçamos e sejamos apegados ao evangelho bíblico!

Pr. Misael.

Categorias: PastoraisTags: , , , ,