Sermões em “Reino de Deus”

A redenção e seus desdobramentos

Em Cristo os eleitos são reconciliados com Deus, adotados na familia de Deus e inseridos na igreja invisível e visível. Essa salvação pela graça trás ao povo de Cristo diversas bênçãos e responsabilidades. A nova realidade do salvo é que ele não é mais escravo do mundo, carne e do diabo. Também não carrega maldição hereditária como se ouve na cultura evangélica moderna, na verdade o salvo é liberto de todos os vínculos com o passado e passa a ver a vida a partir da perspectiva da “redenção”. A sua vida agora é norteada pela comunhão com Cristo, testemunho do Evangelho e comunhão com seus irmãos na igreja local.

Ver Sermão

Salvos para servir

(Marcos 10.43-45) Ser a imagem do filho de Deus implica em uma vida de sincera obediência, o caráter do servo é observado em suas atitudes e não em seu discurso. As vezes é mais fácil falar do que ser servo verdadeiramente. Com base na Escritura vamos ver o perfil do servo de Jesus cristo.

Ver Sermão

Você pode fazer algo pra Deus

Então, ouvi que toda criatura que há no céu e sobre a terra, debaixo da terra e sobre o mar, e tudo o que neles há, estava dizendo: Àquele que está sentado no trono e ao Cordeiro, seja o louvor, e a honra, e a glória, e o domínio pelos séculos dos séculos. E os quatro seres viventes respondiam: Amém! Também os anciãos prostraram-se e adoraram.

Ver Sermão

A retomada da implantação do reino: Guardados pelo Redentor

Marcos 4 inicia com Jesus à beira-mar e termina com Jesus e seus discípulos, em uma tempestade no “mar” (v. 39). No início Jesus assenta-se, evocando sua autoridade de “Mestre” (4.1). No final, Jesus é, pela primeira vez, chamado pelos discípulos de “Mestre” (v. 38). Mas será que eles entenderam mesmo o seu ensino — as parábolas do reino por ele ensinadas e explicadas nos v. 3-32? De fato, a questão última do capítulo é registrada no v. 41: “Quem é este?”.

Ver Sermão

O reino explicado: Semeadura abençoada e expandida

Você já ouviu falar de derrotismo? Derrotismo é o “pessimismo daqueles que só acreditam em derrotas, em fracassos” (Aurélio). É muito ruim iniciar qualquer coisa orientado por uma perspectiva de fracasso. Começar uma luta certos da derrota. Sair pra viajar sem convicção de que há possibilidade de chegarmos ao destino. Nossos corações são, algumas vezes, dominados pelo pessimismo. Mesmo quando Deus nos concede coisas muito boas — dádivas muito preciosas — nós, às vezes, pensamos apenas nos possíveis desgastes e problemas que podem surgir a partir do momento em que nós tomemos posse daquela bênção que nos é dada por Deus.

Ver Sermão