Posts from dezembro 2019

Modelo de Relatórios 2019

Relatórios 2019 distribuídos

No dia 26/01, por ocasião da assembleia ordinária, apresentaremos os Relatórios Gerais 2019, com a súmula da caminhada viva e simples da IPB Rio Preto. Todos os departamentos e ministérios devem preencher e entregar este relatório para inclusão no Relatório Geral. Preencha e envie para o e-mail secretariaipbriopreto@gmail.com ou entregue na Secretaria ou para o Rev. Misael, até 09/01/2020. Você pode fazer download das versões em PDF e MS Word do relatório. Formulário em PDF. Você pode preencher diretamente no…

O Alfa e o Ômega

Alfa e ômega são a primeira e última letras do alfabeto grego. No livro do Apocalipse, elas são usadas como designação de Deus, em 1.8 e 21.6: Disse-me ainda: Tudo está feito. Eu sou o Alfa e o Ômega, o Princípio e o Fim. Eu, a quem tem sede, darei de graça da fonte da água da vida (Ap 21.6). A doutrina subjacente ao título é a da soberania do Deus criador todo-poderoso. A divindade descrita nas Sagradas Escrituras é…

Natal de luz

Você já foi à represa nesses dias? Já caminhou no calçadão à noite? Já parou em um dos retornos da Bady ou da Andaló? Se sim, talvez você já tenha alguma imagem em mente. O que acontece com esses espaços no fim de ano? Eles ficam especialmente iluminados. Há luzes por todo lado. Dos mais pomposos prédios ao singelo pisca-pisca do apartamento ao lado. Há alguma conexão não explicada do Natal com a luz. Não explicada? Talvez haja um ponto…

O Natal é sobre Jesus

Eventos podem ser interpretados de maneiras distintas. Por exemplo, uma mesma partida de futebol pode ser tida como trágica para uns e gloriosa para outros. Algo semelhante ocorre com a celebração do Natal. Apesar de não sabermos o dia exato do nascimento de Jesus (a Bíblia não fornece essa informação), no séc. 4, a igreja definiu 25 de dezembro como data do festejo natalino, movida tanto por uma constatação bíblica quanto por fervor missionário. Do ponto de vista bíblico, verificou-se…

Celebremos o Natal!

Algumas igrejas não comemoram o Natal. Dizem que celebrar o Natal não cabe, pois não se sabe a data exata do nascimento de Jesus. O louvor a Deus pela encarnação, no dia 25 de dezembro, seria uma farsa imposta pela paganização da igreja. Outros questionam a simbologia. A árvore e os enfeites são símbolos pagãos contrários ao Cristianismo. Por último, afirma-se (desonestamente) que os reformadores não comemoravam o Natal. Sendo assim, nós não devemos fazê-lo. Tenhamos cuidado com a demonização…