A vida debaixo do sol

A vida debaixo do sol

Eclesiastes é perfeito para quem quer aprender a servir a Deus, mesmo quando não tem respostas sobre determinados assuntos. Salomão foi cercado de sabedoria, grandes feitos, riquezas, prazeres, mas também passou por desventuras. Diante disso, escreveu esse precioso livro, mostrando como a vida funciona e que há momentos em que as coisas saem do ordinário.

A partir da Queda a vida sofreu fraturas e, por consequência, nossos relacionamentos, sonhos, projetos, ainda que legítimos e corretos, se tornaram incapazes de nos satisfazer por completo. O que consideramos como seguro e forte, na verdade, como nos apresenta o livro, é “vaidade”, dura pouco, é “correr atrás do vento”.

Então: Por que o mundo é do jeito que é? Por que as coisas funcionam como funcionam? Por que nos apegamos às coisas? Simplesmente porque fomos feitos para desfrutar das coisas preciosas que Deus criou. Mas a Queda bagunçou tudo, a ponto de transformarmos as coisas belas da criação em ídolos. Como mudar isso?

Eclesiastes nos aponta para Cristo, que nos redimiu da Queda e nos transformou em novas criaturas e passamos a olhar para o mundo de forma correta, não desprezando as coisas boas da terra, usufruindo em contentamento e usando-as como dádivas, não desfrutando como se fossem a vida em si mesmas, mas apreciando cada detalhe, a fim de vislumbrarmos aquilo que está por vir. Isso somente é possível mediante o lavar regenerador do Espírito em nossos corações.

Louvado seja Deus, por seu Filho que nos redimiu de nossos ídolos.

Presb. Marcus Prisco.