Boletim Missionário – Abril 2020

Boletim Missionário – Abril 2020

Acompanhe as novidades dos campos missionários e os pedidos de oração dos nossos irmãos, contribua e ore pela obra missionária nesse momento difícil.

Romênia: carta de oração especial (corona vírus)

Mangalia – Romênia, 18 de março de 2020. Rev. Gilberto Campos Coelho

Rev. Gilberto e Solange

Queridos irmãos, amigos e sócios de ministério.

A Bíblia nos ensina a agradecermos a Deus por todas as coisas e, por isto, agradecemos a Deus por tudo o que estamos vivendo, mesmo quando nem tudo está correndo bem, como desejamos.

Neste primeiro trimestre tivemos as seguintes programações:

Almoço comunitário com toda Igreja no primeiro dia do ano. Foram momentos de muita comunhão e um culto abençoado.

Terminei de ler um livro chamado Manualul Credinciosului (Manual do Crente). Ele é um livro que nos ajuda a entendermos as doutrinas principais da Bíblia.

Tivemos cultos normais com Santa Ceia nos segundos domingos de cada mês, além de atuarmos bastante na área social.

Iniciei uma classe de violão com adolescentes (7 no total).

Iniciamos um programa de evangelização de crianças em Limanu aos sábados. Temos tido a participação frequente de alguns e tem sido uma grande bênção para o trabalho do Senhor naquele lugar que não tem sequer uma igreja evangélica, além de nós.

Visitei a IPB daqui (Igreja Presbiteriana de Bucareste), onde já tive oportunidade de pregar no ano passado.

Tivemos uma Reunião Extraordinária da A.C.P.M. (Associação Cristã Presbiteriana de Mangália.

Em novembro do ano de 2019, a Solange caiu e lesou um ligamento do ombro esquerdo.

No início acreditamos que não era nada grave, mas a situação foi se agravando e, depois de consultada por médicos especialistas, teve que passar por sessões de fisioterapia, mas não ajudou muito.

Atualmente ela está com tipóia e não está conseguindo mexer muito o braço nem pra frente, nem para o lado.

Temos vivido, assim como vocês aí no Brasil, uma situação totalmente diferente do que já vivi em todos os meus dias, ou seja, a questão deste vírus chamado Corona.

Vou colocar abaixo um quadro da situação que temos vivido por aqui:

SITUAÇÃO DA EUROPA:

A Itália é a mais afetada, mas a situação na França, Espanha, Alemanha e os demais países também está muito difícil. Muitas fronteiras já estão fechadas.

ROMÊNIA:

  • Escolas fechadas com previsão para 30 dias, proibição de reuniões com mais de 50 pessoas, multa de 4.000 Euros para quem não avisar as autoridades competentes que teve contato com doentes ou que estiveram em outros países com problemas graves, profissionais trabalhando em casa via internet, pessoas fazendo estoques absurdos em casa e, com isto, deixando as prateleiras dos supermercados vazias.
  • A partir de ontem (16-03-2020) foi decretado Estado de Urgência no país.
  • As orientações do Governo são:
    • Sair de casa somente para coisas indispensáveis (trabalho, compras de alimentos ou medicamentos), evitar contatos físicos com outras pessoas, manter distância de outras pessoas de pelo menos 1 metro.
    • Vôos Romênia-Espanha e Espanha-Romênia suspensos.
    • Bares e restaurantes fechados.
    • Todos os médicos residentes deverão estar à disposição do governo para ajudar no combate à pandemia.
    • Estão suspensas todas as atividades dos balneários e salas de esporte.

Uma coisa interessante:

As igrejas ortodoxas que são maioria no País (81%) estão orientando seus fiéis a não se reunirem dentro dos templos e para não beijarem os seus ícones.

NOSSA IGREJA:

Estamos tendo as reuniões de oração e estudos bíblicos em casa via internet e o trabalho de evangelismo com crianças em Limanu está suspenso desde sábado passado.

Temos um casal em quarentena e estou fazendo compras para eles e levando em sua casa, pois não podem sair na rua.

PEDIDOS DE ORAÇÃO:

  • Pela recuperação da saúde da Solange (continua com a tipóia, a dor diminuiu, mas está sem mobilidade no braço esquerdo).
  • Pela situação do País e também da Europa.
  • Pela situação financeira dos missionários da Europa (com a subida do dólar, os missionários têm sofrido uma queda considerável em seu sustento. Tem alguns que a situação está ficando insustentável).
  • Pelo jovem Cristi (se preparando para o Seminário).
  • Pela saúde dos membros da Igreja (vários com problemas sérios de saúde e alguns com idade mais avançada).

Moçambique: Notícias Rev. Horácio

Rev. Horário e Marta

Muito obrigado! O apoio de vocês vai ajudar muito! Estou realmente muito grato! A exemplo do Brasil aqui também há muitas incertezas quanto ao futuro devido a essa pandemia.

Estamos esperando em Deus. Esses dias não estou bem, tive uma intoxicação alimentar, mas já estou me recuperando. Um grande abraço!


Moçambique: carta de Oração Luciano de Azevedo Maputo

Luciano de Azevedo

“Porquanto, ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; o produto da oliveira minta, e os campos não produzam mantimento; as ovelhas da malhada sejam arrebatadas, e nos currais não haja vacas, todavia, eu me alegrarei no Senhor, exultarei no Deus da minha salvação.”

Habacuque 3:17-18

Estimados irmãos e amigos, Vivendo em outro país, sempre compartilho com vocês os desafios particulares do contexto onde estou. Entretanto, em meio à ameaça de pandemia do Covid19, sentimo-nos moradores de uma “aldeia global”, compartilhando dos mesmos temores, incertezas, etc. Por outro lado, fica mais sensível também o fato de sermos parte de uma Igreja universal, que compartilha da mesma esperança, unida pelo mesmo Espírito e encorajada pela mesma Palavra.

Certamente, o Senhor Jesus sabe o que significa viver em reclusão! Ele experimentou isso bem cedo, quando teve de permanecer no Egito fugindo de Herodes (Mt 2:13-18) ou quando, pela vontade do Espírito, permaneceu no deserto em jejum por quarenta dias e quarenta noites (Mt 4:1-11). Que possamos ser pacientes e buscar encorajamento em Deus, em quem toda nossa esperança está depositada. Tenho orado por vocês no Brasil!

Estou certo de que muitos de vocês também terão algum tempo extra em casa, para ler essa cartinha e separar um tempo em oração pelo trabalho missionário aqui em Moçambique!

Início de ano turbulento!

Definitivamente, 2020 já parece ser um dos anos mais desafiadores desde que estou em Moçambique, e os desafios começaram antes da ameaça do novo Coronavírus!

Retornei a Moçambique no início de fevereiro, depois de um período de férias no Brasil, quando pude descansar um pouco, tratar da saúde e visitar algumas igrejas.

Encontrei muitas mudanças preocupantes no meu retorno, tanto na Escola de Teologia do Khovo como no Seminário de Ricatla. Nas duas escolas haviam novos diretores acadêmicos e um certo caos instalado em termos da distribuição das disciplinas.

Apenas dois dias antes de iniciar as aulas fui informado que eu daria duas disciplinas totalmente novas para mim. Gosto de ensinar e de assumir novas matérias pois aprendo muito enquanto preparo minhas aulas! Entretanto, sou bastante sistemático e um pouco lento na organização de meu material, motivo pelo qual essas mudanças geraram muito estresse! Matérias importantes, como Evangelismo e Missiologia, foram deixadas de fora no seminário de Ricatla por falta de professores suficientes para assumirem todas as disciplinas!

Deparei-me também com muitos conflitos a nível da direção da Igreja Presbiteriana de Moçambique, que culminaram na renúncia do presidente do Conselho Sinodal no fim de março. Embora eu não esteja pessoalmente envolvido nesses conflitos da igreja, eles afetam diretamente meu trabalho e criam incertezas até mesmo sobre nossos projetos.

Gostaria de pedir que os irmãos estivessem orando em favor dessas três instituições com as quais estou diretamente envolvido: Igreja Presbiteriana de Moçambique, Escola de Teologia do Khovo e Seminário Unido de Ricatla. No momento, coincidentemente ou não, as três passam por conflitos de ordem estrutural e/ou de conflitos de relacionamento na direção. Sei que conflitos na liderança ocorrem em qualquer instituição, mas há um momento em que eles se tornam excessivos e começam a comprometer seriamente o trabalho. Infelizmente, boa parte desses conflitos parecem ser fruto da falta de maturidade espiritual na liderança, o que torna a situação ainda mais triste.

Há tanta coisa ocorrendo no país e no mundo! Esse seria um momento para nossa igreja estar unida e concentrada em dar seu testemunho em meio à crise! Peço que orem por unidade no seio da IPM e das escolas com as quais estou envolvido.

Curso de Professores Evangelistas de Crianças

Como havíamos previsto, demos início ao curso de Instrutores, que são os obreiros responsáveis pela educação cristã e evangelização de crianças na Igreja Presbiteriana de Moçambique. Iniciamos o curso com um grupo de 16 alunos, sendo que 9 deles são provenientes das zonas centro e norte do país. Estou muito entusiasmado com esse grupo de alunos. Até o momento, eles têm se mostrado muito focados no treinamento, que é bastante intensivo e terá duração de 18 meses. Infelizmente, com a eclosão do Covid-19 em Moçambique, possivelmente teremos de paralisar o curso até que a situação se estabilize. Mas estamos gratos a Deus pelo privilégio de formar esses obreiros. Peço que estejam orando por cada um deles: Samuel, Jone, Gonçalves, Letícia, Tânia, Domingas, Costa, Alberto, Batista, Jossefa, Mouzinho, Morgasse, Nelson, Bento, Tocozane e Maquissueiro. Orem para que essa paralização temporária do curso não afete o entusiasmo do grupo.

Outros Motivos de Oração

Família Machado: Nossos queridos irmãos, missionário Henrique, sua esposa Gisele e os filhos Otto e Dante, têm nos apoiado muito no trabalho aqui em Moçambique, desde meados de 2019, quando chegaram ao país. No início de março, entretanto, um dos meninos caiu seriamente doente, com uma malária muito grave que ameaçou sua preciosa vida. A província de Tete, onde estavam trabalhando, tem sofrido um surto de malária. Pensando na saúde das crianças, ainda muito novas, a família será transferida para Maputo, onde terão melhor acesso a atendimento médico.

A mudança nesse momento parece ter sido providência de Deus, pois com a situação do novo Coronavírus, o presidente do país decretou estado de emergência, gerando uma série de restrições a nível de todo o país. Seria muito difícil para a família gerir essa situação estando ainda na distante província de Tete! A boa notícia da mudança deles para Maputo é que terei o apoio mais próximo desses queridos irmãos. Eles estarão nos ajudando com algumas aulas no curso de formação de instrutores, dentre outros projetos ainda a serem definidos junto à IPM. Oremos por esses irmãos!

Aulas na ETK e Ricatla: Em tempo de “quarentena”, temos de nos adaptar à situação também em nossas escolas bíblicas. Nossas aulas presenciais tiveram de ser paralisadas e temos tentado manter uma conexão virtual com nossos alunos, tarefa não muito fácil num contexto em que nem todos têm fácil acesso à internet. Temos pedido sabedoria e paciência a Deus para gerir a situação. Esperamos e oramos que a formação de nossos alunos não seja comprometida esse ano.

Essa pandemia ainda não chegou, até onde os dados oficiais nos informam, com tanta força em Moçambique. Oramos que isso não aconteça! Conhecendo as reais condições do país na área da saúde, temos grande receio de que um quadro de contagio descontrolado da população com esse vírus seria potencialmente catastrófico! Estamos apreensivos, mas confiantes na misericórdia de Deus.

Ataques no Norte do País: A província de Cabo Delgado, na Região Norte de Moçambique, tem sido alvo de ataques de grupos armados de inspiração islâmica (provavelmente o Estado Islâmico está por trás desses grupos). Esses ataques tiveram início a cerca de dois anos e, desde então, já fizeram ao menos 350 mortos, além de 156.400 pessoas afetadas com perda de bens ou obrigadas a abandonar casa e terras em busca de locais seguros. Estamos vendo com muita preocupação esses ataques! Paralelamente, temos visto o Estado Moçambicano cada vez mais fechado para a entrada de missionários cristãos no país! Pedimos que estejam orando que essas forças que atuam nesse país não prevaleçam contra a Igreja do Senhor Jesus!

Motivos pessoais: Saúde física e emocional em meio às crises que estamos enfrentando. Quando estive no Brasil, fui diagnosticado com um princípio de depressão. Desde que retornei a Moçambique estou me sentindo surpreendentemente bem (apesar de todo o estresse!), mas peço que estejam orando por mim nesse sentido. Sabedoria para aconselhar, encorajar e fortalecer aos irmãos e pessoas em geral nesse país durante essas tempestades e incertezas quanto ao futuro, Discernimento para bem utilizar meu tempo e energia em tempo de “distanciamento social” e limitações nas atividades presenciais na igreja e no seminário. Sustento financeiro: Desde o início dessa crise com o Covid-19, sofremos uma grande desvalorização do Real frente ao Dólar. Isso nos afeta diretamente por vivermos fora do Brasil. Associado a uma queda no envio das ofertas por algumas igrejas, sofri uma redução acentuada em meu sustento mensal. Peço que orem que o Senhor nos ajude a sermos bons mordomos também em tempo de crise e privações!

Obrigado pelo apoio de vocês!


Uruguai: Notícias família Rolim

Montevidéu – 14 abril 2020 – Pr. Mauricio Rolim, Sandra, Ana Tereza e Calebe Rolim

Estimados irmãos e cooperadores na obra do Senhor, Graça e paz!

“Dizei entre as nações: Reina o SENHOR. Ele firmou o
mundo para que não se abale e julga os povos com
equidade.”

Salmo 96:10

Como todas as demais pessoas começamos o ano cheio de planos e expectativas no serviço ao Senhor, mais já no princípio dos primeiros meses fomos acometidos com circunstancias novas, jamais experimentadas pela maioria de nós e tivemos que renovar nossa mente com a palavra de Deus, com verdades como expressa o salmista, …o Senhor reina… Todas as coisas estão debaixo do controle soberano de Deus. Ele reina e conduz a história das nossas vidas, da humanidade e a Sua obra no mundo. Nós os que conhecemos esta verdade, somos aqueles que precisam dizer as nações
que estão angustiadas, consternadas e aflitas: O Senhor reina, Ele firmou o mundo para que não se abale…

Damos graças a Deus porque Ele não dorme, não entra em quarentena, tão pouco a Sua obra e o serviço de adoração que devemos a Ele.

Compartilho com os irmãos abaixo um pouco destes três meses. Em janeiro tivemos nossas atividades normais na igreja em Montevidéu e na congregação em Mercedes. No mês de fevereiro além das atividades normais fizemos uma EBF em Montevideo na semana de 19-21. Nos dias 22-24 tivemos conosco nossos irmãos da IPC de Canoas, Rs. Que vieram celebrar conosco o início das atividades de 10 anos. Este ano a igreja completa seus 10 anos de existência, foi um
tempo abençoado e animador compartilhar com eles a comunhão e adoração ao Senhor. Nesta mesma semana de 23 a 25 tivemos nossa EBF na congregação na cidade de Mercedes, que também foi uma benção com muito boa assistência.

No mês de março demos início as atividades do seminário com 9 alunos. Só tivemos duas semanas de classe presencial e tivemos que mudar para o sistema de classes por vídeo conferência. Com o começo da quarentena seguindo as recomendações do governo, recomendamos irmãos que eram parte do grupo de risco e que tinham mais de sessenta anos que ficassem em casa, pois faríamos os cultos dominicais e reuniões de orações e estudo bíblico e iriamos transmitir a todos.

É o que estamos fazendo nesse período, mantemos somente estas duas atividades com um grupo de 10 a 12 irmãos, seguindo todas as normas sanitárias do país, e os demais em casa. Os departamentos fazem suas reuniões pelas plataformas digitais.

Começamos uma reforma no salão das crianças não pudemos terminar ainda, estamos juntado os últimos recursos para poder usar depois da quarentena.

A situação no país está sendo controlada pelo governo que não impôs uma quarentena obrigatória. Além dos serviços essenciais, alguns comércios funcionam com restrições. Temos por volta de 500 casos confirmados e até o momento graças a Deus só 8 mortes.

Na igreja graças a Deus todos estão bem, nenhum caso de contágio. Estamos entrando no inverno e preocupa pelos muitos casos de enfermidades respiratórias. Mais como igreja temos descansado nas verdades da palavra de Deus como afirmamos acima, que Deus reina e conduz todas as coisas segundo a Sua boa vontade.

Como família estamos bem, todos aprendendo a viver com as mudanças, especialmente os meninos, a Ana Tereza cursa seu último ano do segundo grau e Calebe com o segundo ano na faculdade. Estamos agradecidos com Deus pelo Seu cuidado e provisão em oportunidades que devemos aprender lições preciosas.

A crise financeira tem afetado todo o país aqui, e algumas famílias da igreja, da mesma maneira que tem afetado aos irmãos no Brasil, oramos aqui pela situação local, mais também oramos por vocês no Brasil, sabendo que o Senhor continuará cuidando de cada um de nós.

Deixamos aos irmãos nossa gratidão por suas incessantes orações, pelas ofertas de amor compartilhada especialmente neste tempo difícil, o que nos tem fortalecido e animado no trabalho que estamos fazendo aqui. Nosso forte abraço a todos e contém também com nossas orações.

Agradecimentos e pedidos de oração:

  • Pela palavra de Deus que nos fortalece
  • Pela fidelidade de Deus em tudo
  • Por mais obreiros para o trabalho no Uruguai
  • Que Deus permita que logo possamos voltar a estar todos juntos como igreja
  • Que Deus nos guarde debaixo de Seus cuidados
  • Que Deus continue suprindo todas as nossas necessidades em Cristo Jesus.

Juntos servindo ao Senhor da seara.

0 Comentários

Deixe uma resposta