Pastorais

Companheiro ou reprovador [2]

Não podemos nos comportar como o povo de Judá nos dias do profeta Amós, que os advertiu dizendo: “[…] Buscai o bem e não o mal, […] Aborrecei o mal, e amai o bem, […]”. (Am 5.14-15). Em Efésios 5.11, Paulo diz: “E não sejais cúmplices nas obras infrutíferas das trevas; antes, porém, reprovai-as”. Como filhos da luz devemos, neste mundo de trevas, revelar duas posturas indispensáveis. A primeira postura é que não podemos ter comunhão com as trevas, não…

Companheiro ou reprovador

Jesus disse em João 8.12: “Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará nas trevas; pelo contrário, terá a luz da vida”. Quando somos encontrados por Cristo, Deus nos liberta do império das trevas e nos transporta para “o reino do Filho do seu amor” (Cl 1.13) Daí, Jesus ordenar a seus seguidores em Mateus 5.14: “Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder a cidade edificada sobre um monte”. E o apóstolo Paulo, nesta…

Deus reina e cuida de nós

O profeta Jeremias escreveu uma carta “ao resto dos anciãos do cativeiro, como também aos sacerdotes, aos profetas e a todo o povo que Nabucodonosor havia deportado de Jerusalém para a Babilônia” (Jr 29.1). A carta esclareceu que Judá teria de sofrer por um tempo, cumprindo a disciplina do Senhor, por conta de sua teimosia (Jr 29.15-32). Por outro lado, Deus jamais abandonaria seu povo; o período do exílio seria também de busca e comunhão com Deus e desfrute de…

Quem está no controle

Em nossa vida estamos sujeitos a muitas situações difíceis e angustiantes, que comprovam o que o Senhor Jesus nos preveniu: “No mundo, passais por aflições” (Jo 16.33). Estas aflições podem surgir “do nada”, como nos lembra o poeta: “Bem de manhã, embora o céu sereno pareça um dia calmo anunciar, vigia e ora: o coração pequeno um temporal pode abrigar”.1 Esses temporais imprevistos podem fazer um estrago nas nossas vidas, se não estivermos preparados para enfrentá-los. Como lidar com essas…

“Passemos para a outra margem”

Muitos são os dias nos quais temos a impressão de estar dentro de uma máquina de lavar, sendo centrifugados por hélices de problemas chocando-se contra nós um após o outro em uma sequência interminável. Poucos são os dias de trégua, nos quais desfrutamos de frescor estendidos à sombra, permeados pelo vento lento de uma manhã tranquila. Era início da noite quando Jesus convocou seus discípulos: “Passemos para a outra margem” (Mc 4.35). O que temos nos relatos de Marcos, Mateus…

Vida ética é vida com Deus

A ética cristã não é utilitarista. O utilitarismo é uma proposição formulada por um filósofo moral e teórico das leis, chamado Jeremy Bentham (1748-1832). De acordo com ele, o valor de muitos seres humanos é maior do que o valor de um. O bem ético é o que assegura prazer e felicidade e que evita o sofrimento e a dor da maioria das pessoas; em outras palavras, é correto sacrificar uma pessoa, se isso favorecer dez pessoas. Por esse ângulo,…

O cristão e a ética

O cristão deve se interessar pela ética, uma vez que Deus deseja que seu povo dê bom testemunho (Mt 5.16). A ética não é uma ciência distanciada da realidade; de acordo com Valls, “chamamos de ética a própria vida, quando conforme aos costumescorretos”.¹ Fomos criados à imagem e semelhança de Deus. Possuímos uma moralidade, base de nosso conceito de justiça. Ademais, ética tem a ver com maturidade — madura é a pessoa capaz de refletir sobre o mundo aferindo valores,…

Todo cristão deve evangelizar

A partir da penúltima década do século passado, surgiu a doutrina do “dom de evangelista”. De modo geral, assumiu-se que Deus concede um dom especificamente para que alguns crentes o sirvam na obra de evangelização, o dom de evangelista ou de evangelismo. Os proponentes desta doutrina se baseiam em Efésios 4.11, onde consta que Cristo concedeu à igreja “uns para apóstolos, […] outros para evangelistas […]”. A partir disso, começaram a formular teorias bem-intencionadas, mas nem sempre bíblicas. Pior, alguns…

Povo missionário

É evidente nas Escrituras a vocação de um povo em ser propriedade exclusiva de Deus (1Pe 2.9). Essa verdade é expressa por toda a narrativa bíblica, podendo ser observada inicialmente no “protoevangelho” (Gn 3.15), onde lemos sobre duas descendências para toda humanidade, aquela que decorreria da serpente, rebelde contra Deus, e aquela ligada à “descendência da mulher”, em Cristo, ou seja, já ali um apontamento para a obra redentora de Jesus. No entanto, a igreja sempre desempenhou o papel de…

Os pais e o futuro dos filhos

Pais se sentem naturalmente ansiosos pelo futuro dos filhos. Não dormem direito até saberem que eles chegaram bem, naquela viagem. Nutrem expectativas quanto ao casamento e carreira deles: Eles serão felizes? Terão filhos saudáveis? Serão bem-sucedidos? Desfrutarão de vida digna? Deus, por sua vez, vedou nosso acesso aos fatos detalhados, acerca do futuro nosso ou de nossos queridos. Como cantamos no hino 105, A certeza do crente: Não sei o que de mal ou bem é destinado a mim; Se…

O reino está chegando

Na semana passada, iniciamos uma nova série de mensagens bíblicas, intitulada O Senhor rugirá de Sião: Exposição de Amós. Nesta série nós somos apresentados ao texto de um dos mais antigos profetas escritores do Antigo Testamento. Deus levantou Amós como profeta para o Reino do Norte (Israel), no 8º séc. a.C., a fim de anunciar o juízo divino sobre as nações e, ao mesmo tempo, convocar o povo da aliança ao arrependimento. Nos oráculos de Amós, Deus se revela contrário…

O fundamento da igreja e o princípio da autoridade

[Concluindo nossa reflexão sobre o diálogo entre Pedro e Jesus, em Mateus 16.15-18], percebemos o princípio da autoridade de Cristo sobre a sua Igreja: “E as portas do inferno não prevalecerão contra ela” (v.18b). Pelo fato da Igreja ter a autoridade da revelação de Deus, ser a propriedade e a edificação de Cristo, não há nada neste mundo, nem o próprio inferno, que possa se colocar contra ela e vencer. Assim, a Igreja de Cristo não tem o que temer;…

Reino de virtude

Certa vez, em um restaurante de comidas típicas, encontrei um senhor que olhava atentamente para decoração e iguarias que ali eram vendidas. Ao iniciarmos uma conversa, ele me questionou a respeito da cidade nordestina a que eu supostamente pertencia. Respondi que era natural do estado de São Paulo, mas que vinha de ascendência baiana. Não satisfeito com a resposta, continuou a elogiar e proclamar sua admiração pelas belezas de sua terra com grande entusiasmo, o que me levou a reformular…

O fundamento da igreja e os princípios da edificação e da propriedade

[Ainda pensando da interação entre Pedro e Jesus, em Mateus 16.15-18], a resposta de Jesus a Pedro começou com uma troca de palavras: você disse que eu sou o Cristo, e eu digo, Simão Barjonas (Simão filho de Jonas), que você é pedra (o significado do apelido de Simão, Pedro). Jesus usa deste trocadilho para trazer à luz uma das mais importantes verdades a respeito da fé da Igreja: “Sobre esta pedra edificarei a minha igreja” (v. 18). O Catolicismo…

Agostinho e a santíssima Trindade

Agostinho pressupôs como uma verdade bíblica que existe um só Deus que é Trindade, e que o Pai, o Filho e o Espírito Santo são simultaneamente distintos e coessenciais, numericamente um quanto à substância: O Pai, o Filho e o Espírito Santo, isto é, a própria Trindade, una e suprema realidade, é a única Coisa a ser fruída [una quaedam summares], bem comum de todos. Se é que pode ser chamada Coisa e não, de preferência, a causa de todas…

O fundamento da igreja e da fé

Em Mateus 16 temos a narrativa de um diálogo entre Jesus e seus discípulos durante um “retiro espiritual” que fizeram pelas “bandas de Cesareia de Filipe” (v. 13). Afastado das multidões, das controvérsias com os fariseus e outros adversários, das tremendas demandas diárias que recebia de todos à volta, o Senhor chama aqueles que estavam mais próximos à reflexão, para lhes mostrar alguns dos fundamentos sobre os quais a “sua igreja” seria continuada e firmada na face da terra. Com…

Tempo, história e escatologia

Ressaltando a importância [da teologia] de Agostinho, Gilson (1884-1978) afirma que após ele, “a Idade Média passou a representar a história do mundo como um belo poema, cujo sentido é para nós inteligível e completo, contanto que conheçamos seu início e seu fim”. De fato, a perspectiva de Agostinho adquire um tom escatológico: “[…] pois nada parece mais rápido do que tudo aquilo que já passou. Quando vier o dia do juízo, então os pecadores perceberão não ser longa a…

Vida sobrenatural

Para uma vida cristã consistente é fundamental reconhecer a necessidade de se viver em obediência a Deus. Isso está constantemente apontado nas Escrituras, sempre apresentado como imperativo para santidade e prova de vida transformada. Porém, há grande importância em compreendermos que atitudes e comportamentos não criam santificação. A santificação decorre de ação graciosa e sobrenatural de Deus, e não das atitudes em si mesmas. É somente por meio da graça que somos capacitados para toda boa obra. Em Deus está…

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Ao navegar neste site, você aceita os cookies que usamos para melhorar sua experiência. Mais informações.