O inabalável amor de Deus

O inabalável amor de Deus

A “pandemia do coronavírus” tem separado pessoas e colocado à prova o amor entre elas. Filhos não podem visitar seus pais; aniversários ficaram sem fotos da família reunida; viagens de férias não saíram do papel; cultos presenciais interrompidos sem pedido de licença. Assim é o mundo manchado pelo pecado: um lugar que conspira contra o amor. Isso não é novo não! Quando tentou Adão e Eva, a Serpente buscou afastá-los do amor de Deus (sem sucesso, graças a Deus!).

Deveras, esse mundo vive buscando nos afastar do amor de Deus, seja nos fazendo sofrer de algum modo (lançando dúvidas sobre o cuidado paternal de Deus), seja buscando nos enganar com a ilusão de um “amor melhor”, mas em Romanos 8.31-39, Deus nos diz, claramente, que nada e nem ninguém pode nos afastar do seu amor, cuja prova maior e mais sublime se deu no sacrifício de seu único Filho, Jesus Cristo por cada um de nós, e por isso mesmo, porque esse amor tem por base a obra do Filho Amado, ele é digno de plena confiança, porque a cruz de Cristo é um feito irrevogável!

Saber que “não há nada mais poderoso no Universo do que o amor de Deus pela tua vida” vai te colocar de pé diante das provas que você experimenta nestes dias, pois você vivenciará a presença de Deus enxugando tuas lágrimas se faltar a fé, a família, a saúde, o dinheiro, a comida, seja lá o que for! Nessa hora, provar do amor de Deus em você por meio da tua união com Cristo fará toda a diferença na tua luta. Mas atente: a grande questão não é o amor de Deus, mas sim se você é objeto dele. Você pertence a Cristo? Lembre-se: o amor de Deus está em Jesus Cristo e naqueles que lhe pertencem (Rm 8.39). É para esses que Deus derrama o seu amor e o seu cuidado como Pai amoroso.

Rogério Cruz.