Saciados na fonte

Saciados na fonte

Há pouco tempo noticiaram o resgate de um piloto, depois de 36 dias desaparecido na floresta amazônica. O avião em que estava caiu em meio à mata no dia 28 de janeiro, sendo ele encontrado apenas no início de março.

No relato do piloto, depois de caminhar por vários dias, passou a ouvir ao longe o barulho de trabalhadores e algumas máquinas. Seguindo nessa direção, teve que atravessar um imenso igarapé, onde quase se afogou. Temos aí alguém que quase morreu afogado, porém ao ser encontrado estava visivelmente desidratado, o que nos remete a pensar que, não seria o contato com a água que poderia salvá-lo, mas sim a pureza e a condição da fonte. Por fim, ele encontrou algumas pessoas que o ajudaram, tendo a jornada um desfecho feliz.

Em nossa jornada podemos estar envoltos por água, e mesmo assim morrermos de sede ou afogados; no entanto, devemos buscar um desfecho feliz na nossa caminhada, ao sermos saciados na essencial e verdadeira fonte, que é Cristo, e na água da vida de sua Palavra.

E beberam da mesma fonte espiritual; porque bebiam de uma pedra espiritual que os seguia. E a pedra era Cristo.

1Co 10.4

Disse-me ainda: Tudo está feito. Eu sou o Alfa e o Ômega, o Princípio e o Fim. Eu, a quem tem sede, darei de graça da fonte da água da vida.

Ap 21.6

Sem. Robson