38. Uma boa conclusão: adoração [Rm 16.25-27]

0 Comentários

Deixe uma resposta