'Paulo' Posts Marcados

O evangelho explicado em Gálatas

O evangelho é explicado em Gálatas 2.15-18. Sendo essencialmente santo, Deus só pode ter comunhão com o justo (Is 59.1-3; Sl 15.1-5; 24.3-6). Como podemos ser aceitos diante dele? “O homem não é justificado por obras da lei, e sim mediante a fé em Cristo Jesus” (v. 16). É impossível se tornar justo diante de Deus baseado em boas obras: “por obras da lei, ninguém será justificado”. Nós somos justificados unicamente pela fé em Jesus: “também temos crido em Cristo…

O poder expulsivo da gratidão

Descontentes não agradecem. Insatisfeitos apenas olham para o que está faltando, o que está ruim, o que não segue os seus padrões e expectativas. Na raiz do descontentamento está o egoísmo e a ingratidão. Egoísmo, pois eu me vejo como o centro do mundo e da minha vida; ingratidão, pois não me alegro nem agradeço pelo que recebi — muitas vezes nem reconheço que as tenho recebido. É essa a sua história? Notando sempre o que não possui, criticando a…

Vamos trabalhar para Deus

Em Gálatas 1.15-18, Paulo resume suas atividades durante as primeiras quase duas décadas após sua conversão. Chama atenção sua viagem à Arábia e os tempos de Gálatas 1.18 e 2.1: “três anos”, “quinze dias”, “catorze anos”. Notemos a ordem das coisas, primeiro, a preparação, depois o serviço. O ministério demanda uma obra paciente da providência de Deus. Ordinariamente, Deus faz as coisas devagar. Ademais, Paulo se dedicou a cumprir o chamado de Deus para sua vida. Com todo o seu…

Vamos depender de Deus

O Salmo 131 inicia com as seguintes palavras: “Senhor, não é soberbo o meu coração, nem altivo o meu olhar; não ando à procura de grandes coisas, nem de coisas maravilhosas demais para mim”. O apóstolo Paulo assumiu este Salmo plenamente. Em Gálatas 1.18—2.2, descobrimos uma característica de Paulo que também deve existir em nós: ele dependeu de Deus antes e acima de tudo. Após sua conversão e chamado, Paulo não procurou imediatamente a igreja em Jerusalém. Ele recebeu a…

Dedicação exclusiva

Em Gálatas 1.10, Paulo declara: “Porventura, procuro eu, agora, o favor dos homens ou o de Deus? Ou procuro agradar a homens? Se agradasse ainda a homens, não seria servo de Cristo”. Temos de nos dedicar exclusivamente a Deus. Paulo estava certo de que “se agradasse ainda a homens, não seria servo de Cristo”. Estas duas coisas são excludentes: ou agradamos a homens ou agradamos a Cristo. Paulo não buscava o aplauso humano, mas a aprovação de Deus, diante de…

A sinceridade do evangelho

A quem queremos agradar? E por qual razão? Eis duas perguntas incômodas. Admitamos que fazemos muito coisa em busca de aprovação. Se formos agradáveis, seremos socialmente aceitos. Em um grupo, nem todos apreciam o “criador de caso”. Isso nos inclina a fazer aquilo que agrada aos demais. Em Gálatas 1.10, Paulo declara: Porventura, procuro eu, agora, o favor dos homens ou o de Deus? Ou procuro agradar a homens? Se agradasse ainda a homens, não seria servo de Cristo. Por…

Religião que desencaminha

Uma boa religião não é necessariamente o evangelho. Paulo entendeu que os cristãos gálatas estavam se afastando da pureza do evangelho, enquanto abraçavam uma religião falsa. Por isso ele escreveu: Admira-me que estejais passando tão depressa daquele que vos chamou na graça de Cristo para outro evangelho, o qual não é outro, senão que há alguns que vos perturbam e querem perverter o evangelho de Cristo. Mas, ainda que nós ou mesmo um anjo vindo do céu vos pregue evangelho…

“Aproveitai as oportunidades”

Paulo estava preso quando escreveu à igreja de Colossos. A prisão por si só já seria um enorme motivo para muitos se entregarem ao desânimo e vitimização, mas para Paulo isso era uma questão de perspectiva. Ele poderia se ressentir com sua prisão injusta, já que estava preso por pregar o evangelho aos gentios (o que não era crime passível de prisão, segundo a Lei Romana) ou, então, ele poderia usar esse momento para que o evangelho brilhasse ainda mais…

O doador antes dos dons

A Bíblia nos ajuda a pôr ordem nas coisas dentro de nosso coração. O princípio organizador fundamental é: Deus acima e antes de tudo. O apóstolo Paulo fala sobre isso em 1Coríntios 12.4-6: Ora, os dons são diversos, mas o Espírito é o mesmo. E também há diversidade nos serviços, mas o Senhor é o mesmo. E há diversidade nas realizações, mas o mesmo Deus é quem opera tudo em todos. A igreja em Corinto estava desorganizada em sua moral,…

A tríplice confissão do crente

A religião de algumas pessoas pode limitar-se ao coração, a de outras, as reuniões de seus adeptos, porém, a religião crente é um assunto interior do coração e também exterior e perceptível. Primeiramente a confissão do crente em Jesus tem seu aspecto privado, ou seja íntimo, do coração, onde só Deus vê. Foi o que disse o diácono Filipe ao Eunuco: “se crês de todo o coração” (At 8:37). Também em Atos 11:21, falando dos crentes dispersos que foram a…

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Ao navegar neste site, você aceita os cookies que usamos para melhorar sua experiência. Mais informações.