'Vida' Posts Marcados

Lidando com a aflição

Uma situação sufocante de agonia, uma espécie de dor física ou ânsia de alma, é o estado daquele que está aflito. A aflição, com menor ou maior intensidade, pode envolver qualquer pessoa, em um ou outro momento da vida. Sendo assim, consideremos algumas verdades. Elas podem advir do maligno, do mundo que nos pressiona a viver dentro dos seus próprios moldes, de situações contingenciais da vida a que todo ser humano está sujeito e muitas vezes de nossos pecados. O…

Caminhando devagar

Nem tudo pode ser feito rapidamente. A verdade do Eclesiastes sobre os fluxos da existência, repetindo-se lentamente, mostra-se viva e palpável (Ec 1.4-11). A Igreja de Jesus Cristo é redimida por graça. É comunidade imperfeita, cuidada pelo Deus perfeito. Somos aquecidos por fogo espiritual, que não consome (Êx 3.2-3). Avançamos alternando erros e acertos, aridez e refrigério. Foi assim com Israel, no AT. Foi assim com a Igreja do NT. Tem sido assim com a IPB Rio Preto. Quais realizações…

Adoradores

O tema da adoração está presente do início ao fim da Bíblia. Deus é adorado e procura adoradores. Tal procura implica disposição graciosa de Deus, de abençoar o adorador (Gn 4.4). Mesmo sendo completo e todo-suficiente, Deus imprimiu na criação uma disposição adoradora. O homem deslocou esta disposição em direção ao seu próprio ego e caiu em um engano de morte, sob influência da serpente (Gn 3.6). Deus proveu graça na justificação. A graça divina chega ao seu clímax na…

Vamos evitar o pecado

O pecado consiste em fazer qualquer coisa que Deus disse para não fazermos, ou falhar naquilo que Deus nos mandou fazer. É afastamento de Deus e de sua vontade revelada na Bíblia. Aquele que está em Cristo, possui uma nova natureza, mente e coração (2Co 5.17). Ele foi salvo da condenação do pecado, e está sendo salvo do poder do pecado (Rm 6.1—8.39). Há dois tipos de estímulos para evitar o pecado, internos e externos. Internamente, o cristão conta com…

Deus ajuda os abatidos

Lamentações 3.17-24 contém uma palavra de Jeremias, homem de Deus que não se escondeu detrás de um sorriso fingido, nem assumiu uma espiritualidade fanática. Jeremias se portou como profeta solene, cercado por falsos mestres divertidos. Quando Judá caiu, ele foi deixado com os velhos e doentes, em meio a destroços e cadáveres. Então, ele chorou. Sugado pelo abatimento, o profeta buscou a Deus. Eis o turbilhão de sua mente deprimida: “Afastou a paz de minha alma; esqueci-me do bem. […]…

Observação, exultação e prontidão

Essa tribulação em forma de pandemia do novo coronavírus, tem feito grandes estragos, causando medo, dificuldades econômicas e financeiras, sofrimento físico e luto. Qual deve ser nossa atitude? De acordo com Lucas 21:28, diante das tribulações (e isso inclui a COVID-19), precisamos ter determinada postura. No v. 28, o Senhor menciona a necessidade de observação: “Ora, ao começarem estas coisas a suceder”. “Estas coisas” são previstas. A COVID-19 tinha de acontecer. Podemos aprender a olhar para as tribulações segundo a…

A vida debaixo do sol

Eclesiastes é perfeito para quem quer aprender a servir a Deus, mesmo quando não tem respostas sobre determinados assuntos. Salomão foi cercado de sabedoria, grandes feitos, riquezas, prazeres, mas também passou por desventuras. Diante disso, escreveu esse precioso livro, mostrando como a vida funciona e que há momentos em que as coisas saem do ordinário. A partir da Queda a vida sofreu fraturas e, por consequência, nossos relacionamentos, sonhos, projetos, ainda que legítimos e corretos, se tornaram incapazes de nos…

Nossos pensamentos

É natural que nossa mente seja tomada por pensamentos que envolvem preocupações do momento, projetos e pessoas. Esse domínio do pensar pode até ser algo involuntário, como quando perdemos o sono, pensando em determinada coisa. O profeta Jeremias decidiu retirar sua atenção das coisas ruins e concentrar-se em Deus: “Quero trazer à memória o que me pode dar esperança. As misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos […]” (Lm 3.21-22a). O apóstolo Paulo recomenda-nos do dever de…

Nas circunstâncias da vida

O Senhor te guardará de todo mal;guardará a tua alma (Sl 121.7). Nas circunstâncias da vida,Ora entrando, ora saindo,minh’alma, às vezes, feridaVai, em dores, se esvaindo. Outras vezes, vai sorrindo,Vai cantando agradecida,Nas circunstâncias da vida,Ora entrando, ora saindo. Quando o beco é sem saída,Socorro ela vai pedindoE não se faz esquecidaDe quem lhe faz tudo lindoNas circunstâncias da vida. Percília Almeida Campos.

O evangelho explicado em Gálatas

O evangelho é explicado em Gálatas 2.15-18. Sendo essencialmente santo, Deus só pode ter comunhão com o justo (Is 59.1-3; Sl 15.1-5; 24.3-6). Como podemos ser aceitos diante dele? “O homem não é justificado por obras da lei, e sim mediante a fé em Cristo Jesus” (v. 16). É impossível se tornar justo diante de Deus baseado em boas obras: “por obras da lei, ninguém será justificado”. Nós somos justificados unicamente pela fé em Jesus: “também temos crido em Cristo…

Dez anos

No fim da madrugada de 01 de janeiro de 2010, minha família entrou no carro chorosa. Assim que saímos do Distrito Federal, começou a tocar uma música que diz: A minha vida é do Mestre, meu coração é do meu Mestre; o meu caminho é do Mestre, minha esperança é meu Mestre. Chegamos em São José do Rio Preto no início da tarde, com os corações apertados e, ao mesmo tempo, pacificados pela convicção da direção de Deus. Aqui nós…

O poder expulsivo da gratidão

Descontentes não agradecem. Insatisfeitos apenas olham para o que está faltando, o que está ruim, o que não segue os seus padrões e expectativas. Na raiz do descontentamento está o egoísmo e a ingratidão. Egoísmo, pois eu me vejo como o centro do mundo e da minha vida; ingratidão, pois não me alegro nem agradeço pelo que recebi — muitas vezes nem reconheço que as tenho recebido. É essa a sua história? Notando sempre o que não possui, criticando a…

Vamos depender de Deus

O Salmo 131 inicia com as seguintes palavras: “Senhor, não é soberbo o meu coração, nem altivo o meu olhar; não ando à procura de grandes coisas, nem de coisas maravilhosas demais para mim”. O apóstolo Paulo assumiu este Salmo plenamente. Em Gálatas 1.18—2.2, descobrimos uma característica de Paulo que também deve existir em nós: ele dependeu de Deus antes e acima de tudo. Após sua conversão e chamado, Paulo não procurou imediatamente a igreja em Jerusalém. Ele recebeu a…

Dedicação exclusiva

Em Gálatas 1.10, Paulo declara: “Porventura, procuro eu, agora, o favor dos homens ou o de Deus? Ou procuro agradar a homens? Se agradasse ainda a homens, não seria servo de Cristo”. Temos de nos dedicar exclusivamente a Deus. Paulo estava certo de que “se agradasse ainda a homens, não seria servo de Cristo”. Estas duas coisas são excludentes: ou agradamos a homens ou agradamos a Cristo. Paulo não buscava o aplauso humano, mas a aprovação de Deus, diante de…