Testemunho

Nesses últimos dias fui surpreendido com as notícias tristes dos falecimentos de duas figuras, que demonstraram testemunho do evangelho. Primeira, nosso irmão Sr. Leônidas, conhecido por sua disposição em participar de nossa igreja com grande vigor e simplicidade, apesar da idade avançada. Além dele, o missionário Abílio, que serviu anos em Rondônia, mas que recentemente morava em Cedral.

Pode ser dito sobre ambos que, mesmo quem não os conhecia de maneira íntima, se admirava com sua cordialidade e testemunho. Acredito que a maior motivação deles, não foi serem elogiados ou bem lembrados aqui, mas sim, ouvirem a doce voz do nosso Senhor Jesus, trazendo completo conforto de alma em sua maravilhosa companhia, em glória eterna.

Que essa seja, para nós, a maior motivação, bem como o modo como seremos lembrados. Para isso, clamemos pelo poder do Espírito Santo, para testemunhar nos confins geográficos, conforme as palavras do Senhor Jesus, registradas em Atos:

Mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judeia e Samaria e até aos confins da terra (At 1.8).


E que testemunhemos, também, nos confins circunstanciais, conforme Paulo, em Filipenses 1.21:

Porquanto, para mim, o viver é Cristo, e o morrer é lucro.

Seminarista Robson.