Posts by Abner Santana (Página 3)

O Deus de meu Pai

A oração de Jacó, registrada em Gênesis 32.9-12, inicia com as palavras “Deus de meu pai Abraão e Deus de meu pai Isaque”. Pressionado pela ansiedade decorrente de seus muitos problemas, Jacó recorreu ao Senhor com base na aliança que este havia firmado com seu pai e seu avô. A conversão é individual; um filho não é salvo baseado na fé de seu pai. Cada um de nós se apresentará diante do tribunal divino (Ez 18.1-24). Temos de estar certos…

Mantendo o foco no discipulado

George Fox (1624-1691) teve um papel importante na fundação e desenvolvimento do movimento Quaker na Inglaterra e Estados Unidos. Ele conta como se deu sua caminhada espiritual. Cresceu em uma vila puritana na Inglaterra, educado sob os preceitos bíblicos, mas se afastou de uma vida diante de Deus. Por volta dos 19 anos, Fox começou a sentir tristeza e angústia. Incomodou-se com o seu consumo de álcool e outros vícios externos e internos. E então procurou ajuda. Nesse período, Fox…

O inabalável amor de Deus

A “pandemia do coronavírus” tem separado pessoas e colocado à prova o amor entre elas. Filhos não podem visitar seus pais; aniversários ficaram sem fotos da família reunida; viagens de férias não saíram do papel; cultos presenciais interrompidos sem pedido de licença. Assim é o mundo manchado pelo pecado: um lugar que conspira contra o amor. Isso não é novo não! Quando tentou Adão e Eva, a Serpente buscou afastá-los do amor de Deus (sem sucesso, graças a Deus!). Deveras,…

Contrastes

O medo e a angústia geram perplexidade que, por sua vez, paralisa, causa inação. Há situações que revelam, por vezes, contrastes bem interessantes. Certa vez estava brincando com meu amigo “Pãozão” que morava em frente à sede da fazenda da querida família Zanin. Determinado momento sua mãe disse que precisava ir à igreja e eu lhe pedi que me deixassem na sede, de carroça, pois tinha “medo dos bois” que estavam pastando no meio do caminho. Quando saímos, a carroça…

Ainda não

Um dos grandes desafios da vida é ouvir um “não”. Outro desafio enorme é ouvir “ainda não”. A espera pode ser muito difícil, especialmente quando a nossa expectativa sobre algo é elevada. Pense no caso concreto de uma criança. Ela deseja tomar banho de piscina, mas acabou de almoçar. Se você teve uma mãe como a minha, sabe que depois do almoço terá que esperar pelo menos 30 minutos até poder mergulhar. Quando criança, você não sabe bem o que…

Nossos pensamentos

É natural que nossa mente seja tomada por pensamentos que envolvem preocupações do momento, projetos e pessoas. Esse domínio do pensar pode até ser algo involuntário, como quando perdemos o sono, pensando em determinada coisa. O profeta Jeremias decidiu retirar sua atenção das coisas ruins e concentrar-se em Deus: “Quero trazer à memória o que me pode dar esperança. As misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos […]” (Lm 3.21-22a). O apóstolo Paulo recomenda-nos do dever de…

Temor e fé

Quem me conhece bem, sabe que uma das coisas que eu mais falava na minha adolescência era: “Não, vocês não conhecem meu pai”. Sempre que alguém me chamava pra fazer algo que eu sabia que meu pai certamente reprovaria, eu proferia essa sentença. Ainda assim, quem me conhece bem sabe disso, eu acabava por fazer o que não devia. Minha irmã sempre dizia: “ou você é louco ou muito corajoso!” Já meu pai dizia: “tem medo, mas não tem respeito”.…

A oração exige foco

A primeira regra bíblica para a oração é se colocar reverentemente diante de Deus. A comunhão com o Altíssimo envolve tanto a intimidade filial quanto o respeito servil. Por meio do Redentor recebemos o Espírito de adoção, pelo qual clamamos “Aba Pai”, ao mesmo tempo admitindo que “Jesus Cristo é o Senhor”. A reverência a Deus implica deferência à autoridade divina, foco e obediência. A oração é diálogo interessado. Quando amamos, desejamos conversar. É por isso que Calvino afirma que…

Nas circunstâncias da vida

O Senhor te guardará de todo mal;guardará a tua alma (Sl 121.7). Nas circunstâncias da vida,Ora entrando, ora saindo,minh’alma, às vezes, feridaVai, em dores, se esvaindo. Outras vezes, vai sorrindo,Vai cantando agradecida,Nas circunstâncias da vida,Ora entrando, ora saindo. Quando o beco é sem saída,Socorro ela vai pedindoE não se faz esquecidaDe quem lhe faz tudo lindoNas circunstâncias da vida. Percília Almeida Campos.

Súplica por utilidade

Publicamos esta oração a pedido da irmã Virgínia. O poema foi mencionado na conclusão do sermão “Entre Sussurros e Trovões”, baseado em Jó 26.1-14, pregado em 17/05. Senhor, ajuda-mea não tornar mais pesadoo fardo de ninguém. Ajuda-mea levar encorajamento aos outrosOnde for possível,capacita-me a confortar. Quando eu não souber fazer isso,ajuda-me a admiti-lo.Quando sentir tristezae simpatia por alguém,ajuda-me a declará-lo. Ajuda-me a aliviar o pesodos que estão sofrendoem vez de acrescentar ao seu fardo. Charles R. Swindoll.

Chamados a confiar

Essa semana assisti uma reportagem em que aparecia uma torcida, pessoas juntas, alegres e cantando o nome de seu time. Fiquei pensando em quando aquilo voltaria a acontecer, quando as pessoas poderiam novamente estar juntas em grande número, como estavam ali. Talvez tais questionamentos nos tragam mais angústia nestes dias de distanciamento social. Além das diversas dificuldades que podemos estar passando, as incertezas podem aumentar ainda mais a tensão. Em uma música secular o cantor diz, em tom de pesar,…

Mães preciosas

É comum ouvir relatos sobre mães que oraram anos a fio pela conversão de seus filhos. O Evangelho de Marcos registra a história de uma mulher que se humilhou aos pés de Jesus Cristo, suplicando pela libertação de sua filhinha, subjugada por um espírito imundo (Marcos 7.24-30). O Redentor testou aquela senhora, afirmando que suas bênçãos eram destinadas apenas aos judeus, os “filhos” da aliança (v. 27). Considerando que a tradição judaica considerava os gentios como “cães” (cf. Sl 22.16),…

Justiça e misericórdia

No último domingo o pastor Allen nos trouxe uma preciosa mensagem sobre a missão da igreja em tempos de coronavírus. O relato sobre Jesus acalmando a tempestade (Mt 8.23-27) nos remete e, ao mesmo tempo, contrasta com o relato sobre Jonas, o profeta mais paradoxal da Bíblia, pois, ao mesmo tempo que não quer pregar, sua pregação levou uma cidade inteira (Nínive) ao arrependimento. Contrasta porque, com Jonas no barco tudo vai muito mal, diferentemente de Cristo, que vai tudo…

Pior que o coronavírus

Antes, se mesclaram com as nações e lhes aprenderam as obras. […] Assim se contaminaram com as suas obras e se prostituíram nos seus feitos (Sl 106.35, 39). Está o mundo apavoradoCom o corona circulando,E a muitos tem matado!E vai isso até quando?! Vai o povo se isolandoPra não ser contaminado…Está o mundo apavoradoCom o corona circulando… Porém, medo do pecadoOs crentes estão mostrando?!Muitos não se têm mesclado Com o mundo, que é nefando?!Está o mundo apavorado…. Percília Almeida Campos…